DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

sábado, 21 de outubro de 2017

NÚMERO DE PRESOS EM MEGA OPERAÇÃO CONTRA PEDOFILIA PASSA DE 100

© Divulgação/Ministério da Justiça Polícias civis de 17 estados já prenderam 82 pessoas durante a mega operação Luz na Infância, de combate à pedofilia
O número de presos na megaoperação Luz na Infância chegou a 108 na tarde desta sexta-feira (20), informou o Ministério da Justiça e Cidadania. Policiais civis de 25 estados cumprem 178 mandados de busca e apreensão relacionados à prática de pedofilia. Ao deparar com material pornográfico de crianças e adolescentes na casa dos suspeitos, os agentes efetuam as prisões, em flagrante.
Segundo o ministério, os detidos são suspeitos de disseminar pornografia infantil e pedofilia na internet e, em alguns casos, eles eram também os responsáveis pela produção do material.
A operação é considerada uma das maiores do mundo no combate à pedofilia e envolve 1,1 mil policiais. O trabalho de investigação durou seis meses, e o número final de presos e mandados cumpridos será divulgado pelo Ministério da Justiça até o fim do dia. As investigações agora vão apontar se os detidos fazem parte de quadrilhas nacionais e internacionais ou agiam sozinhos. Também não foram divulgadas informações consolidadas sobre o perfil das pessoas que foram presas.
Na operação, a Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) contou com o apoio de parceiros nos Estados Unidos e na União Europeia, que colaboraram com a troca de informações e softwares necessários para monitorar os criminosos. Mais de 150 mil arquivos com conteúdo pornográfico de menores de idade foram encontrados pelas investigações.
As informações sobre os suspeitos foram reunidas e encaminhadas pela Senasp às polícias civis dos estados, que têm jurisdição sobre o crime e deram continuidade às investigações. No Amapá e no Piauí, o trabalho não foi concluído a tempo da deflagração da operação, que envolveu os demais estados e o Distrito Federal. O ministro da Justiça, Torquato Jardim, disse que o trabalho continua e mais mandados podem ser emitidos nos próximos dias.
Torquato Jardim concedeu entrevista coletiva na sede da Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro e destacou a importância da cooperação internacional em tecnologia para a segurança pública no Brasil, explicando que os principais crimes que precisam ser combatidos no país são praticados por quadrilhas que têm ligações transnacionais, como os crimes cibernéticos e os de tráfico de drogas, armas e pessoas.

"Nada se passa no espaço exclusivo do território nacional. A integração federativa é fundamental, e a integração internacional não é menos fundamental em tecnologia. Essa é uma tecla [em] que o Ministério da Justiça bate muito", afirmou o ministro.


SOBE NÚMERO DE DENÚNCIAS CONTRA EX VEREADOR DA BAHIA SUSPEITO DE ESTUPRO EM SÃO PAULO

HOMEM DE 35 ANOS É ACUSADO DE ROUBO, ESTUPRO, ESTELIONATO E FALSIDADE IDEOLÓGICA

Adson Muniz Santos, suplente de vereador de Jussiape (BA), é preso por casos de estupro em São Paulo (Polícia Civil/Divulgação)
Menos de uma semana após a prisão de Adson Muniz dos Santos, de 35 anos, que usava disfarces para atacar mulheres na região do Jardins, na zona sul da capital paulista, ao menos 21 vítimas procuraram a delegacia para prestar queixas contra o suspeito. Ele é acusado de roubo, estupro, estelionato e falsidade ideológica. Nesta segunda-feira, 16, Santos alegou problemas mentais e pediu tratamento.

Pelo menos 12 vítimas foram ontem até a 1ª Delegacia de Defesa da Mulher, na região central, para prestar depoimento e fazer o reconhecimento formal do agressor. Por causa da alta demanda, a Polícia Civil remarcou a oitiva de cinco delas para esta terça-feira, 17. A delegacia recebeu ligações de vítimas de Salvador, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Campinas.

Muniz, diz a Polícia Civil, agia há pelo menos cinco anos. Para abordar as mulheres, começou se passando por produtor de TV. Mais recentemente, assumiu o disfarce de policial. “O número expressivo de vítimas diz muito sobre o caráter dele”, afirmou a delegada Cristine Nascimento, da 1ª DDM.

Uma das vítimas foi a advogada Margarida (nome fictício), de 34 anos, que conseguiu escapar de um ataque em dezembro de 2016. “É um alívio muito grande ele estar preso. Quero que fique por muito tempo”, disse. A vítima foi perseguida por três quadras na Avenida Paulista. “Minha vida mudou depois desse dia. Mudei minha rotina, parei de andar a pé vivia assustada. Até cogitei andar a armada”, contou. “Temi pela minha vida. Se eu não tivesse me defendido, ele teria me arrastado.”
Na noite desta segunda, Santos saiu algemado e escoltado da delegacia em que era reconhecido pelas vítimas para mudar de carceragem. “Não sei o que está acontecendo na minha cabeça. Preciso de tratamento. Quero me curar.” Ele nega ter agredido as vítimas. Santos foi preso após ser acusado de atacar uma mulher nos Jardins no último dia 6.
A investigação contra Adson começou depois da divulgação de um vídeo nas redes sociais feito por uma vítima. As imagens mostram uma mulher sendo rendida quando saía de um supermercado na Rua Augusta. Muniz esperou o carro sair do estacionamento e, no meio da rua, apresentou um falso distintivo a ela, que acreditou se tratar de um policial de verdade e abriu o vidro. O homem a convenceu a abrir a porta. Foi quando a mulher foi rendida. Após entrar em seu carro, Adson circulou com ela pela cidade durante três horas e, nesse período, a estuprou e sacou 3.000 reais de um caixa eletrônico com o cartão da vítima. No momento da prisão, ele negou ter cometido os crimes.


Santos é filiado ao Partido Republicano Brasileiro (PRB) e foi vereador do município de Jussiape (BA), de cerca de 8 mil habitantes, a partir de 2013, com 361 votos. Ele já havia sido candidato a deputado estadual em 2010, mas, segundo texto publicado em site do partido na Bahia, não conseguiu seguir na disputa por ter sofrido um acidente de trânsito.





Avelar Santos convida a galera de São Paulo para seu Show na 1ª Sofrência Vip em São Paulo dia 25/11

VEM AÍ A 1ª SOFRÊNCIA VIP EM SÃO PAULO COM AVELAR SANTOS, O MORENINHO APAIXONADO DE CANUDOS
Prepare-se, vem aí a 1ª Sofrência Vip em São Paulo que  é o show mais esperado do ano que já tem data pra acontecer...a data esperada é 25 de Novembro, com o “Moreninho Apaixonado” de Canudos para toda Grande São Paulo, o cantor AVELAR SANTOS.

O grande e esperado evento acontecerá na Avenida Marquês de São Vicente, numero 557 – Ao lado da Estação de Metrô Barra Funda na “SUPREMA SHOWS”.

A grande noite que terá seu início as 21 horas do dia 25/11 contará com a Participação Especial de “MARCINHO DO ACORDEON" e Banda Forró Pesado sobre a realização de ÉVERTON PRODUÇÕES (075 – 9.8839-3839) e Antônio Santa Rosa (011 – 9.5493-1764) / WhatsApp.

ASSISTA O VÍDEO CHAMADA:







CASAL DE PASTORES É INDICIADO POR ESTUPROS: ‘SACRIFÍCIO DE ABRAÃO’

Os pastores Antônio Carlos de Jesus e Jéssica Teles da Cruz foram autuados por estuprar fiéis, incluindo adolescentes, em Edeia (Goiás). A investigação apontam que os pastores diziam às vítimas que deveriam manter relações sexuais com o homem como forma de quebrar maldições. Os dois estão presos, mas negam os crimes. A informação é do G1.

“Com as maiores de idade, Antônio falava que tinha uma maldição para quebrar e dava duas opções, uma opção era ter relação sexual com o cunhado ou o sogro e a outra, com ele. Se não fizesse, dizia que a vítima ou parentes iam morrer, ameaçava. Nas menores ele não dava a opção esdrúxula, dizia que tinha de quebrar a maldição com ele”, explica o delegado Quéops Barreto.

Antônio Carlos vai responder pelo estupro de cinco fiéis da igreja Falando com deus, incluindo duas adolescentes de 13 e 14 anos. A mulher dele vai responder por abusos contra estas duas garotas. “Constatamos que ela teve participação e deve responder pelos crimes porque ajudava a amedrontar as vitimas, instigava o medo e ajudava a convencê-las de fazer o ‘sacrifício’”, continua o delegado.

Os dois estão presos desde 22 de setembro. Na época, a mãe de uma vítima estranhou o comportamento da filha e esta acabou revelando os abusos. “O pastor disse que ela deveria fazer o ‘Sacrifício de Abraão’ porque ela tinha a maldição de sexo e só quebrava com sexo. Ele falava que, se não fizesse, a mãe e os irmãos iam morrer, usava a fé e o medo”, conta o delegado.


A ADOLESCENTE SOFREU ABUSOS DOS 13 AOS 15 ANOS.


sexta-feira, 20 de outubro de 2017

MENINAS FORAM MORTAS E DEPOIS ESTUPRADAS, DIZ POLÍCIA

© Veja SP menias-desaparecidas-zona-leste
Em entrevista coletiva nesta sexta (20), o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa afirmou que as duas meninas encontradas mortas na Zona Leste foram estupradas.
Em depoimento, os suspeitos disseram que as duas foram assassinadas antes do abuso. Marcelo Pereira de Souza – que confessou o envolvimento no crime e já tinha passagem por estupro – e Everaldo Jesus Santos foram presos na manhã desta sexta (20).
Ainda de acordo com a polícia, eram eles os homens que chegaram a ser torturados por participação no crime, na segunda (16).
Adrielly Mel Severo e Beatriz Moreira dos Santos haviam sumido em setembro e foram encontradas dentro de um Fiat Fiorino abandonado no Jardim Lapena, no último dia 12. Ambas tinham 3 anos de idade. O sepultamento aconteceu nesta tarde, no Cemitério Jardim da Saudade.

(com informações de Estadão Conteúdo)

ALUNO FAZ TIROTEIO EM ESCOLA; CRIME FOI INSPIRADO EM COLUMBINE E REALENGO

© Estadão Adolescente de 14 anos usou arma do pai para atirar em colegas em Goiânia
GOIÂNIA - O adolescente de 14 anos autor dos disparos que mataram dois colegas e feriram outros quatro no Colégio Goyases, em Goiânia, premeditou o crime e se inspirou nos Massacres de Columbine, nos Estados Unidos, e Realengo, no Rio de Janeiro.
"Ele me disse que se inspirou em duas tragédias: Columbine e Realengo. E pensava em se vingar há aproximadamente dois meses", informou o delegado Luiz Gonzaga, da Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais, unidade para onde o garoto foi levado.
O Massacre de Columbine aconteceu em 20 de abril de 1999 na Columbine High School, em Columbine, no Estado do Colorado, e deixou 12 alunos e um professor mortos. Os autores do crime, os estudantes Eric Harris, de 18 anos, e Dylan Klebold, de 17, cometeram suicídio. Já o caso de Realengo, na zona oeste do Rio, ocorreu em 7 de abril de 2011 e resultou na morte de 12 alunos na Escola Municipal Tasso da Silveira. O responsável pelo crime, Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, também se matou.
O primeiro atingido em Goiânia foi o desafeto do garoto, mas o delegado não informou qual das vítimas era. Segundo o relato do garoto à polícia, depois de acertar o primeiro aluno, ele perdeu o controle e sentiu vontade de matar mais.
O jovem descarregou um pente e foi contido pela coordenadora da escolam que estava na sala quando tentou recarregar a arma. Ele chegou a dizer que iria se matar, mas a professora consegui contê-lo e depois o encaminhou até a biblioteca.

Segundo o delegado, o autor dos disparos não pediu desculpas, mas se mostrou arrependido. A motivação principal foi um garoto que o "amolava muito". 
Adolescente segura um rosário próximo à unidade de ensino goiana
Viatura do Instituto Médico Legal (IML) deixa a escola com os corpos das vítimas
Segundo informações prelimiares, o autor do ataque seria vítima de bullying no colégio
As vítimas feridas foram levadas aos Hospitais de Urgências de Goiânia (Hugo) e dos Acidentados de Goiânia


NOSSO PORTAL DE INFORMAÇÃO (Beira Rio Notícias) FEZ PARCERIA CADASTRAL COM A FAMOSA “Revista Veja”; QUEM GANHA É VOCÊ INTERNAUTA FIEL!




SEGUIDORES DO BEIRA RIO NOTÍCIAS